Tag: comics

O que é to play possum?

Recentemente, eu estava assistindo ao episódio 15 da quinta temporada de Modern Family (título “Os Rivais“, original em inglês “The Feud“), e, durante um diálogo entre a Alex e a Haley, me deparei com o uso da expressão to play possum.

Veja só o trecho em que ela é usada:

Alex explica à irmã, Haley, que gambás são mestres em “playing possum” (Modern Family, S05E15)

Um pouco de contexto é importante: neste episódio, Alex está ajudando a irmã, Haley, a terminar de mudar suas coisas para o porão, onde fica seu novo quarto, quando as duas encontram um possum1.

Hello, possum! E ainda pegou o celular da Haley como refém! Poor girl!

Obviamente, as duas se assustam muito e se escondem no quarto de Haley. O gambá não vai embora por nada e quando Haley diz que ele pode estar dormindo, a Alex diz que não, que ele não está dormindo, mas que está “playing possum, the one thing that absolutely everyone knows possums do“.

Os possums, bem como outros animais selvagens, possuem a capacidade de se fingirem de mortos para escaparem de possíveis inimigos ou predadores naturais: os possums viram com a barriga para cima e exalam um cheiro ruim – exatamente o que fazem quando se sentem ameaçados normalmente.

Enfim, esta capacidade natural dos animais de se defenderem se chama tanatose: em inglês, o fenômeno possui alguns nomes diferentes: playing2 dead, feigning3 death, ou playing possum – de onde deriva a expressão idiomática central deste post:

To play possum é uma expressão idiomática que empresta seu significado desta defesa natural dos animais. Ela pode significar fingir-se de morto igual aos animais fazem, para escapar de uma situação de perigo ou de risco de vida:

The soldier played possum, fooling the sniper.

O soldado se fingiu de morto, enganando o atirador


We played possum, so the bear wouldn’t bother us.

Nos fingimos de mortos, para que o urso não nos incomodasse


E to play possum também pode significar fingir não prestar atenção, fingir estar dormindo, ou ainda, fingir não saber de nada, em situações em que queremos evitar nos envolver em um problema ou quando não queremos ser incomodados:

I always play possum so my daddy carries me and puts me in bed at night.

Eu sempre finjo que estou dormindo pra que meu papai me carregue e me coloque na cama de noite.


Este último exemplo tem o mesmo sentido da frase da Alex, do começo deste post: “playing possum, the one thing that absolutely everyone knows possums do“, que, em português, já com o significado explicado acima, é “fingindo-se de morto, a única coisa que absolutamente todo mundo sabe que os gambás fazem.

Bônus: um desafio em quadrinhos

Nesta tira de quadrinhos do site Mother Goose and Grimm, o senhor Percy Possum (Percy Gambá) está passando por um problema devido às habilidades naturais dos gambás, que se fingem de mortos como ninguém.

Você consegue entender o diálogo?

Do site “Mother Goose and Grimm“, publicado em 08 de janeiro de 2014

Abaixo, está a transcrição dos quadrinhos, em inglês. Comente quais são as palavras que você acha mais difícieis, ou que você ainda não conhecia!

Ralph: Percy Possum? What are you doing here in a bar?

Percy Possum: Trying to get my mind off my troubles4. No company will give me insurance5.

Ralph: No insurance?!! But you’re young, you’re healthy, you’ll be around for years6!

Percy Possum: Yeah. But they found out7 I’m always faking8 my own death.


Clique e expanda a tradução: veja se você acertou

Ralph: Percy Gambá? O que você está fazendo aqui, em um bar?

Percy Gambá: Estou tentando tirar meus problemas da cabeça. Nenhuma empresa me dará cobertura de seguro.

Ralph: Não vai te dar cobertura de seguro?!! Mas você é jovem, você é saudável, você ainda tem muitos anos pela frente!

Percy Gambá: Sim. Mas elas descobriram que eu estou sempre fingindo minha própria morte.

Vocabulário

E aqui estão as definições para as palavras menos comuns que foram mencionadas neste post:

1. Possum: substantivo, significa gambá. Para dizermos gambá em inglês, também podem ser usadas as palavras opossum, phalanger, ou skunk.

2 To play dead: expressão idiomática, significa fingir-se de morto.

3 To feign: verbo, significa afetar, fingir, simular ou aparentar. Ou seja, no contexto apresentando, feigning death significa simular a (própria) moirte, ou fingir-se de morto.

4 To get my mind off my troubles: expressão idiomática, significa tirar meus problemas da cabeça, ou afastar minha mente dos (meus) problemas.

5 Insurance: substantivo, significa seguro, no sentido de apólice para proteger um bem, como uma casa, um carro ou a vida de uma pessoa.

6 To be around for years: expressão idiomática, significa literalmente estar nas redondezas por anos. Usa-se para dizer que uma pessoa (ou algo) ainda vai durar muito, que tem muito tempo ainda pela frente na nossa companhia. Como diz o meu pai, “tem muito feijão pra comer ainda“. 😆

7 To find out: phrasal verb, significa descobrir, fazer uma descoberta.

8 To fake: verbo, significa falsificar ou inventar alguma coisa.


Hey my friend!

Me ajude a melhorar o site!

Diga nos comentários o que você mais gostou neste post, o que você menos gostou, e que sugestões você gostaria de ver publicadas aqui! Thank you!

Nice try, George…

Hello guys, how are you?

Estava navegando nas minhas redes sociais hoje e não podia deixar de compartilhar com vocês um achado que classifico como sensacional. Trata-se de uma tirinha em quadrinhos do site Cyanide and Hapiness, conhecido na internet por ter um humor bem diferenciado e ácido.

Without further ado, esta é a tirinha da qual estou falando:

Funny, isn’t it? Este é um excelente exemplo de humor em inglês que só é possível devido ao múltiplo significado de alguns verbos no idioma, neste caso, especificamente, o verbo to lie.

Wait. Let’s understand that.

A história se passa em um cemitério. Sabemos disso porque no primeiro quadrinho há uma tombstone, (lápide). E na lápide está escrito Here lies George (Aqui jaz George): temos aí, então, o primeiro significado do verbo to lie na tira de quadrinhos, que é o verbo jazer, ou seja, estar sepultado, enterrado.

Ou seja, George está – aparentemente, pelo menos – morto. Só que ele está claramente pedindo ajuda! “Somebody help me! I’ve been buried alive! (Alguém me ajude! Eu fui enterrado vivo!).

Há uma pessoa passando ao lado da tombstone, e esta pessoa claramente ouve o pedido de socorro. No segundo quadrinho vemos que this person makes a suspicious face, ou seja, esta pessoa faz uma cara de desconfiado. E no terceiro quadrinho nos é apresentada uma visão mais próxima da tombstone, indicando que a pessoa foi olhá-la mais de perto.

E aqui, my friends, foi onde nosso amigo buried alive teve o maior azar: para sua infelicidade, o verbo to lie também significa mentir. Então a leitura de Here lies George também pode ser Aqui mente George.

Sabendo disso, a pessoa dá a questão por encerrada: cruza os braços e diz “Nice try, George!” (Bela tentativa, George), sendo nice try aqui utilizada no sentido de “achou que ia me enganar, hein?!”.

O verbo to lie

Como eu disse no início, esta piada só é possível graças a verbos como to lie, que possuem pelo menos dois significados.

O verbo to lie, possui, então, os dois significados da tira de quadrinhos:

  • mentir, mas vamos mudar o exemplo para That boy always lies to his parents (Aquele menino sempre mente para os pais dele);
  • jazer, exatamente como vimos acima: Here lies George (Aqui jaz George).

Mas também possui estes significados adicionais:

  • deitar – tá, jazer é meio que deitar para sempre, mas estou falando de deitar para relaxar ou dormir, como em Let me lie down to rest (Deixe-me deitar para descansar);
  • consistir, como em The solution lies in simplicity (A solução consiste na simplicidade);
  • situar-se em algum lugar, como em In front of you lies the most amazing places in town (Na sua frente estão os lugares mais impressionantes da cidade).

Moral da história? Ao ver uma tira de quadrinhos em inglês, procure perceber se conhece todos os significados possíveis das palavras: assim, você vai se divertir muito mais!

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén